Até julho, PF apreende mais cocaína que em 2012

A Polícia Federal apreendeu, de janeiro a julho deste ano, 20,1 toneladas de pasta-base de cocaína, pó, merla e crack - mais do que em 2012 inteiro (19,8 t). Houve avanço contra maconha, haxixe e skank: foram confiscadas 105 t (58 t só em julho), ante 111 t em 2012. Os dados são da Coordenação-Geral da Polícia de Repressão a Entorpecentes.

O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2013 | 02h01

No período, 8 aeronaves usadas para trazer cocaína foram apreendidas. Produzida principalmente no Peru e na Bolívia, a droga é entregue em pistas clandestinas ou despejada pelo ar para distribuição. As apreensões, que superam as de 2012, indicam forte rota aérea.

O delegado Cezar Luiz Busto de Souza atribui os resultados às ações de inteligência nas fronteiras, em colaboração com países vizinhos. "Só a cooperação leva a bons resultados. Temos focado as ações em áreas de fronteira, porque no Brasil a capilaridade rodoviária é grande." / FÁBIO FABRINI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.