Associação deixa de gerir 3 hospitais da Prefeitura

A Secretaria Municipal de Saúde perdeu uma de suas parcerias privadas encarregadas de gerenciar centros médicos da cidade. Os prontos-socorros do Grajaú, de Perus e de Parelheiros, que eram administrados pela Associação Congregação de Santa Catarina, ficaram sem gestores, segundo nota publicada ontem no Diário Oficial da Cidade. O convênio com unidades na região de Cidade Ademar, também na zona sul, será mantido.

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2010 | 00h00

O motivo oficial da rescisão do contrato não foi divulgado pelo governo, mas integrantes do Conselho Municipal de Saúde dizem que os repasses vindos da Prefeitura para cuidar desses centros médicos não eram suficientes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.