Assessor doou R$ 2,5 mil a Gadelha na última eleição

Funcionário do gabinete de Juscelino Gadelha (PSB) desde seu primeiro mandato na Câmara Municipal, em 2005, Alexandre Camargo Pereira foi um dos doadores da campanha de reeleição do vereador em 2008. Na ocasião, ele doou R$ 2,5 mil para ajudar Gadelha a se reeleger.

O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2012 | 03h01

As doações foram registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No total, o vereador teve gastos declarados de R$ 144 mil na sua última campanha. O próprio vereador foi um dos maiores doadores individuais registrados no TSE. Ele tirou dos seus próprios bolsos R$ 29.460 para conseguir a reeleição, o que equivale a mais de quatro meses do seu atual salário como parlamentar.

De acordo com o Diário Oficial da Cidade, que registra todos os atos oficiais relacionados à contratação e à movimentação de servidores, Pereira está no mesmo cargo desde 2009, primeiro ano da atual legislatura. Ele ingressou na Câmara em 2003, já como assistente parlamentar do 34º Gabinete - no despacho de nomeação, não é divulgado o nome do vereador.

No fim daquela legislatura, Pereira foi exonerado, mas acabou recontratado menos de uma semana depois. No dia 5 de janeiro de 2005, já estava nomeado para cargo em comissão no gabinete de Gadelha. Atualmente, todos os vereadores têm à disposição verba mensal de R$ 84,4 mil para contratar até 18 assessores. / D.Z. e R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.