Assessor de Jobim define obras de Cumbica com a Anac

Obras estão marcadas para janeiro e fevereiro, mas intenção é evitar fechamento durante as férias

Tânia Monteiro, do Estadão,

13 de agosto de 2007 | 11h46

O assessor do Ministro da Defesa, brigadeiro Jorge Godinho, tem reunião na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para definir o cronograma de obras no Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos. Na reunião da manhã desta segunda-feira, 13, Godinho tem como objetivo inverter a ordem das obras de recapeamento de uma das pistas, previstas para os meses de janeiro e fevereiro. Com a inversão, Godinho quer evitar que Cumbica seja fechado no período de férias. Em depoimento à CPI do Apagão Aéreo do Senado na quarta-feira, 8, Jobim afirmou que a reforma da pista principal de Cumbica vai começar em setembro. Segundo o ministro, em agosto de 2008 os terminais de passageiros também serão reformados. A reforma da pista principal de Cumbica será dividida em três etapas, segundo Jobim, como já havia sido informado pelo próprio Ministério da Defesa. A melhor opção encontrada para a reforma de Cumbica foi fazer interdições segmentadas na pista principal. Com isso, até outubro será feita a reforma da primeira cabeceira da pista, até dezembro, será feita da segunda cabeceira. A pista será dividida em três partes, sendo que com o fechamento total da pista, por conta da reforma no centro, os vôos serão remanejados. Além disso, segundo o ministro, Cumbica não tem capacidade para receber os vôos de Congonhas se funcionar apenas com uma pista, o que vai acontecer durante a reforma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.