Assaltos marcam feriado no litoral norte

Entre os casos estão roubos a uma pousada de Juqueí e um condomínio de Camburi

REGINALDO PUPO , ESPECIAL PARA O ESTADO , SÃO SEBASTIÃO, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2012 | 03h01

Uma onda de assaltos foi registrada no fim de semana prolongado de Corpus Christi no litoral norte de São Paulo. Na maioria dos casos, turistas foram alvo de bandidos dentro de suas residências. Vários assaltos à mão armada também aconteceram na região. O grande número de ocorrências é incomum nesta época do ano, segundo a Polícia Militar. Ninguém foi preso.

O advogado M.V.A., de 32 anos, que mora em Santos, foi surpreendido às 21h de sábado por três homens armados na casa em que passava o feriado, no Condomíno Verdes Mares, na Praia de Camburi. Eles levaram eletrônicos, roupas e acessórios. Os bandidos renderam o caseiro para realizar o assalto.

Na fuga, eles levaram o carro da vítima, um Honda CRV, que foi abandonado minutos depois no km 168 da Rodovia Rio-Santos, ainda em Camburi. O condomínio possui seis casas de alto padrão. Os outros hóspedes não foram abordados pelo trio, segundo a polícia.

A poucos quilômetros dali, uma pousada na Rua Almirante Cochrane, na Praia de Juqueí, foi invadida por quatro homens armados que agrediram o caseiro. De acordo com a polícia, a vítima, que não teve o nome divulgado, sofreu ferimento grave. A polícia não divulgou se a quadrilha conseguiu roubar os hóspedes.

Em Ubatuba, por volta das 21h de sexta-feira, uma família foi surpreendida dentro de casa por dois homens armados na Praia das Toninhas. Os turistas foram amarrados e amordaçados no banheiro, enquanto os assaltantes recolhiam objetos. Na Praia Grande, a mais movimentada da cidade, uma mulher teve a bolsa roubada por um homem com uma faca. Em Ilhabela, uma família foi feita refém por bandidos armados em sua residência no bairro Itaguaçu. O bando levou diversos objetos

Em Caraguatatuba, a Polícia Militar foi acionada na madrugada de ontem para conter tumulto em um posto de combustíveis na Avenida da Praia, no centro. Cerca de 400 pessoas se envolveram na briga e duas pessoas ficaram feridas, uma com traumatismo craniano.

Também foi grande o número de ocorrências envolvendo brigas e som alto em residências, segundo a PM.

Mortes. Um motociclista morreu e o carona ficou gravemente ferido na noite de sábado, após a moto em que estavam ter sido fechada por um veículo não identificado na Rodovia Rio-Santos, próximo a Caraguatatuba.

No litoral sul, uma criança de 6 anos morreu atropelada no fim da manhã de ontem quando passeava com a mãe de bicicleta em Vicente de Carvalho, no Guarujá. Mãe e filha estavam entre as Ruas Áurea Gonzales Conde e Duque de Caxias quando a bicicleta foi atingida por um caminhão, por volta das 11h30. A criança foi levada para o Pronto-Socorro de Vicente de Carvalho, onde morreu. A mãe teve ferimentos leves. / COLABOROU SOLANGE SPIGLIATTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.