Assaltos a PMs terminam com um bandido morto e dois jovens apreendidos

Ataques aos policiais ocorreram na Vila Jacuí, zona leste, e Aclimação, zona sul

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

19 Setembro 2012 | 03h32

Atualizado às 6h10

SÃO PAULO - Um assaltante morreu e dois foram detidos, na noite de terça-feira, 18, em duas ocorrências envolvendo policiais militares, nas zonas leste e sul da capital paulista. Um dos policiais também foi baleado, porém sobreviveu.

Os adolescentes A.B.R, de 16 anos, e F.L.B.N, de 17, foram apreendidos pela Polícia Militar, no final da noite, no interior de uma favela, próximo a uma passarela, ao lado da Avenida Jacu-Pêssego, no Parque Guarani, região da Vila Jacuí, na zona leste de São Paulo. Segundo a PM, antes de serem pegos eles balearam o cabo Maurício Esteves da Silva, do 39º Batalhão da Polícia Militar. Um terceiro assaltante estaria afastado da dupla e conseguiu fugir.

Os menores, também numa moto, armados com uma falsa pistola, atacaram o policial, por volta das 20h30, na Jacu-Pêssego, na tentativa de levar a moto Yamaha da vítima, que estava à paisana. Ao ver que o terceiro bandido portava uma arma de verdade, o cabo resolveu reagir e foi baleado pelo comparsa dos adolescentes. Os dois menores fugiram sem levar o veículo do policial.

Policiais militares foram alertados e encontraram a dupla de adolescentes. Com eles foi apreendida a falsa pistola. O caso foi registrado no 24º Distrito Policial, da Ponte Rasa. O cabo foi levado para o pronto-socorro do Hospital Santa Marcelina, de Itaquera, onde permanecia internado e já fora de perigo.

Aclimação. O soldado PM Giudasil Oliveira matou um bandido com três tiros por volta das 21h ao ser abordado por três homens na Rua Guimarães  Passos, Aclimação, zona sul da capital. Ocupando um Astra preto e esperando pelo cunhado em frente a uma loja maçônica, o policial percebeu a aproximação do trio e esperou o momento certo para atirar, segundo a polícia.

Ao anunciarem o assalto, os criminosos foram surpreendidos pelo policial, que disparou três vezes contra o bandido que estava armado com um revólver calibre 38. O assaltante morreu no local e os outros dois fugiram. Parte dos dados da ocorrência foi levada para o 8º Distrito Policial, do Brás/Belém, porém o caso seria registrado no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com a polícia, a intenção dos bandidos era levar o carro da vítima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.