Assalto a supermercado termina com 3 presos em Perdizes

Quadrilha já havia assaltado a mesma loja da Rede Pão de Açúcar na última quinta-feira; dois fugiram

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

23 de junho de 2008 | 02h00

Três bandidos foram presos e dois fugiram, por volta das 20h30 de domingo, após tentarem assaltar pela segunda vez uma loja do supermercado Pão de Açúcar localizada na altura do nº 747 da Rua Apiacás, em Perdizes, na zona oeste da cidade de São Paulo. Ocupando um Astra prata roubado, a quadrilha parou em frente ao supermercado. Quatro dos assaltantes desceram do veículo e entraram no estabelecimento. No momento em que rendia os funcionários, o quarteto foi surpreendido por um policial à paisana que passava de moto e percebeu a ação dos bandidos. O quinto assaltante, que estava ao volante e esperava pelos demais, ao ver o motoqueiro dando voz de prisão aos colegas, atirou e fugiu. Um dos quatro criminosos que estavam dentro do supermercado teve tempo de correr. Atirando, ele fugiu em direção à Rua Aimberê, onde rendeu o proprietário de um Fiat Siena cinza e fugiu com o carro. Fingindo estarem armados e usando para isso celulares sobre as camisas, os outros três assaltantes dominaram cinco funcionárias. Antes de se entregarem, tentaram negociar com policiais militares, que cercaram o local rapidamente. Nenhum dos reféns ficou ferido. Foram presos Erickson Pereira da Silva, de 20 anos, Tiago Cayres dos Santos, 22 anos, e Edson Silva Lima, de 30 anos, conhecido como "Magrão". Segundo a polícia, os criminosos residem em Jandira e Itapevi, na Grande São Paulo. Na última quinta-feira, segundo os funcionários do supermercado, esse mesmo grupo assaltou a mesma loja do Pão de Açúcar. Erickson, Tiago e Edson foram reconhecidos pelas vítimas. Encaminhado ao 23º Distrito Policial, de Perdizes, o trio foi indiciado pelo assalto da semana passada e pela tentativa de domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
Perdizessupermercadoassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.