Assalto a loja infantil termina com PM e assaltante mortos em Itaquera

Policial estava de folga e foi executado após lutar com bandidos durante o roubo

Laura Maia de Castro, O Estado de S. Paulo

05 Maio 2014 | 08h56

Atualizada às 16h24

SÃO PAULO - Um assalto a uma loja de artigos infantis em Itaquera, na zona leste, terminou com dois mortos e três feridos na tarde deste domingo, 4. Entre as vítimas estão o policial militar Auzenilson Lopes de Lima, de 39 anos, que foi executado com um tiro na cabeça e um assaltante que morreu durante troca de tiros com outro PM já do lado de fora do estabelecimento.

Segundo a Polícia Civil, era por volta de 16h30 quando dois homens armados dominaram Lima e um funcionário da loja que fica na Rua Padre Viegas de Menezes. De acordo com o boletim de ocorrência, os dois foram levados para os fundos do estabelecimento e o policial militar, que estava de folga, tentou reagir. Após luta corporal com os assaltantes, Lima foi executado com um tiro na cabeça.

A dupla conseguiu então sair da loja, mas trocou tiros com um outro PM que passava pelo local de carro. Durante o tiroteio, um aposentado que estava na calçada foi atingido no braço e encaminhado ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquera. Segundo a Polícia Civil, o PM também foi atingido no braço e no tórax e está internado no Hospital São Cristóvão, na Mooca.

Segundo o gerente do Lojão do Baixinho, o policial baleado também estava de folga e tinha ido até o local para trocar uma mercadoria. "Ele estava com a mulher e uma criança no carro. Ele voltou no veículo para pegar a arma quando percebeu o que estava acontecendo", disse Alexandre da Silva Rodrigues, de 40 anos. Segundo ele, imagens das câmeras de segurança do estabelecimento já estão com a polícia.

Na fuga, os assaltantes correram para direções diferentes e um deles foi encontrado morto com ferimentos de tiros em um prédio utilizado pela faculdade Camilo Castelo Branco para prestar atendimento jurídico a população. O outro criminoso foi preso e está sob escolta policial também no Hospital Santa Marcelina.

A unidade não informou o estado de saúde das vítimas e o caso foi registrado no 24°DP (Ponte Rasa).

Mais conteúdo sobre:
assalto PM Itaquera

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.