Polícia Militar/Twitter/Reprodução
Polícia Militar/Twitter/Reprodução

Assalto a joalheria e tiros causam correria e pânico em shopping de Sorocaba

Local estava lotado no momento do roubo de cerca de R$ 500 mil em joias e relógios; vigilante foi feito de refém

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2021 | 11h48

Correções: 14/11/2021 | 14h07

SOROCABA - Uma quadrilha causou pânico ao invadir o maior shopping de Sorocaba para assaltar uma joalheria, no final da noite de sábado, 13, no interior de São Paulo. O grupo roubou cerca de R$ 500 mil em joias e relógios, incluindo um relógio rolex avaliado em R$ 100 mil, que os integrantes sabiam estar guardado em um cofre.

Com o shopping lotado, os bandidos fizeram um refém e fizeram disparos. Muitas lojas fecharam. Os frequentadores fugiram em pânico para a rua. Não houve registro de  feridos.

Os tiros atingiram o teto, pilastras e vidros, mas ninguém foi atingido. A polícia encontrou duas cápsulas deflagradas em frente à joalheria assaltada e nove no estacionamento do shopping. O material passará por perícia.

O assalto aconteceu no shopping Iguatemi/Esplanada, na divisa entre Sorocaba e Votorantim. A ação começou por volta de 20h30, quando o grupo armado com pistolas e uma arma longa invadiu a joalheria e rendeu os funcionários.

As armas dos seguranças foram tomadas, assim como objetos de valor. Na fuga, o grupo levou um vigilante da joalheira como refém, que foi libertado na saída. Outro vigilante percebeu o assalto e atirou contra o grupo, que revidou. Os alarmes do shopping dispararam.

Houve correria pelos corredores e muitos clientes se abrigaram nas lojas, que fecharam as portas. A Polícia Militar cercou o local, mas o bando conseguiu fugir. A avenida em frente ao shopping foi interditada.

Lojistas e funcionários permaneceram trancados nas lojas por mais de uma hora, enquanto a polícia realizava uma varredura no shopping. A Polícia Civil enviou equipes para a perícia na joalheria. Conforme testemunhas, os criminosos usaram dois carros na fuga pela rodovia Raposo Tavares. Até a manhã deste domingo, 14, nenhum suspeito tinha sido preso.

Imagens em redes sociais mostram a correria dos frequentadores nos corredores durante o assalto. O shopping informou ter acionado a Polícia Militar imediatamente e que segue colaborando com as investigações.

Correções
14/11/2021 | 14h07

Diferente da informação inicial dada pela Polícia Militar, o boletim de ocorrência da Polícia Civil registra que apenas os criminosos fizeram disparos.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoSorocaba [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.