Assalto a casa deixa três bandidos presos e duas vítimas feridas na zona sul de SP

Ao perceber assalto, empresário pulou o muro, ferindo-se na queda, e ligou para a PM

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

24 de agosto de 2012 | 03h06

SÃO PAULO - Um assalto a uma residência no Planalto Paulista, zona sul da capital, por volta das 22 horas de quinta-feira, 23, deixou um saldo de três bandidos presos, entre eles dois adolescentes, e duas das vítimas feridas, sendo um estudante, de 17 anos, e o pai dele, um empresário.

 

Armados com uma submetralhadora, cinco criminosos renderam o estudante que, de veículo, entrava na garagem da casa, na Rua Capitão Leovigildo Silvério Gomes dos Reis. Dois dos bandidos ficaram do lado de fora. Os outros três obrigaram o rapaz, que foi agredido com uma coronhada, a entrar com eles na residência, onde estavam o empresário, uma designer, de 31 anos, madrasta do jovem, e a empregada da família, que dormia e não percebeu nada.

 

O pai, ao ouvir um grito, percebeu que se tratava de um assalto, pulou o muro da casa e se escondeu no imóvel vizinho. Na queda, o empresário, que posteriormente ligou para a Central de Operações da PM, quebrou um dos braços e machucou um dos joelhos. Policiais militares da 3ª Companhia do 3º Batalhão cercaram a casa rapidamente e detiveram os três bandidos, que tentavam se esconder nos fundos da residência.

 

Os dois assaltantes que davam cobertura fora da casa conseguiram escapar. Segundo o que a polícia apurou com as vítimas, dois dos criminosos podem ser moradores da favela localizada na Rua Mauro, próximo da casa invadida. Um dos bandidos, na tentativa de não ser reconhecido, utilizou no assalto uma máscara e óculos.

 

O assalto foi registrado no 16º Distrito Policial, de Vila Clementino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.