Assalto a asilo no Campo Belo termina com dois mortos

Houve troca de tiros após a chegada da PM; idosos estavam dormindo e não perceberam roubo

Ricardo Valota e Daniela do Canto, da Central de Notícias,

23 de julho de 2009 | 09h57

Um assalto à Casa de Repouso Santa Monice, na Rua Professor Miguel Maurício Rocha, no Campo Belo, zona sul de São Paulo, terminou em tiroteio e dois suspeitos mortos na noite de quarta-feira, 22.

 

Dois homens, armados com revólveres, dominaram a filha da proprietária do asilo quando ela estacionava o carro na garagem. Além da mulher, também foram rendidos o namorado dela e seu filho pequeno. Dentro da casa, outros três membros da família e uma empregada foram dominados. Os criminosos queriam saber onde estava o cofre e exigiram dinheiro, mas os reféns disseram que o asilo não tinha cofre.

 

No andar superior do sobrado dormiam cerca de dez idosos, que não foram acordados. Uma testemunha do crime avisou a PM. Os homens armados foram surpreendido por policiais quando saíam, retornaram para dentro do prédio e se refugiaram em um cômodo vazio.

 

Houve troca de tiros e os suspeitos, ainda não identificados, foram baleados. Eles foram levados para o pronto-socorro do Jabaquara, onde morreram. Com eles, a polícia encontrou dois revólveres calibre 38 e um de calibre 32.

 

Nenhum dos reféns se feriu na ação e, graças ao isolamento acústico dos quartos, os idosos não perceberam o tiroteio e continuaram dormindo. O crime foi registrado no 20º Distrito Policial, do Campo Belo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.