Prefeitura de Sorocaba/Divulgação
Prefeitura de Sorocaba/Divulgação

Assaltantes são mortos após roubar secretário municipal de Sorocaba

Polícia Militar afirma que ladrões apontaram a arma em direção ao policial e foram baleados

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2018 | 10h23

SOROCABA – Dois homens foram mortos por um policial militar após render e assaltar um integrante do primeiro escalão da Prefeitura, no final da noite de terça-feira, 18, em Sorocaba, interior de São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 21 horas, o secretário do Gabinete Central, Eric Rodrigues Vieira, deixava um supermercado e entrava no carro quando foi rendido pelos dois suspeitos. O estabelecimento, na rua João Martinez, no Jardim Astro, fica a poucos metros da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Com uma arma apontada para sua cabeça, o secretário entregou a carteira, o celular e a chave do veículo, mas o ladrão que assumiu o volante teve dificuldade para engatar marcha à ré no carro automático. Vieira aproveitou a distração para correr de volta para o interior do supermercado.

Um policial militar que estava próximo e acompanhava toda a cena percebeu quando o refém escapou dos suspeitos e os abordou. Segundo a Polícia Militar, os ladrões apontaram a arma em direção ao policial e foram baleados. Os tiros perfuraram os vidros do carro.

Os dois suspeitos foram levados ao pronto-socorro do Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiram. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade e não tinham sido identificados até a manhã desta quarta-feira, 19. A polícia encontrou dentro do carro a carteira e o celular do secretário, além de dois revólveres que estavam com os suspeitos.

O delegado titular da DIG, Acácio Leite, que esteve no local, disse que o policial militar agiu com bom senso ao esperar o momento certo para abordar os suspeitos, sem colocar em risco a vida da vítima do assalto. Segundo ele, um inquérito vai apurar o caso.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Militar assalto Sorocaba [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.