Polícia Militar de São José dos Campos/Divugação
Polícia Militar de São José dos Campos/Divugação

Assaltantes planejavam invadir banco em SP durante jogo do Brasil, diz PM

Túnel de 500 m ligava agência do Banco do Brasil a casa; escavação chegou ao subsolo do cofre

Priscila Trindade e Bruno Lupion, da Central de Notícias

23 de junho de 2010 | 15h30

SÃO PAULO - A Polícia Militar de São José dos Campos, no interior de São Paulo, acredita que os assaltantes que cavaram um túnel para roubar uma agência do Banco do Brasil no centro da cidade invadiriam o local na tarde de sexta-feira, 25, durante o jogo do Brasil na Copa contra Portugal.

 

O túnel, de cerca de 500 metros, descoberto na madrugada desta quarta-feira, 23, ligava a agência a uma casa na região. A escavação já tinha alcançado o subsolo do cofre.

 

De acordo com a PM, nesse horário, além do banco estar fechado, a distração dos moradores da região em razão do jogo impediria que as pessoas ouvissem algum tipo de barulho vindo da agência.

 

A escavação começava em uma casa com isolamento acústico, na Rua Antônio Saes, nº 286. Perto da residência, um homem suspeito de participar da escavação do túnel foi detido. Ele foi encontrado usando roupas sujas de lama. A polícia afirmou que ele será investigado.

 

No local foram apreendidos quatro fuzis, quatro pistolas, munições para as armas, dois rádios comunicadores sintonizados na frequência da polícia e dois carrinhos que transportariam o produto do roubo do banco até à casa.

 

Há 15 dias, funcionários da agência localizada na Avenida Dr. Nelson D'Ávila, nº 149, começaram a ouvir barulhos vindos do chão e chamaram a polícia, que passou a fazer incursões nas galerias de água e esgoto.

Tudo o que sabemos sobre:
túnelSão José dos Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.