Assaltantes matam empresário em frente ao filho em SP

Mulher da vítima, que está grávida, também foi atingida e está em internada em estado grave; menino de onze anos entrou em choque ao ver os pais sendo baleados

Bruno Lupion, do estadão.com.br

18 de junho de 2010 | 06h19

 

SÃO PAULO - Um empresário foi assassinado e sua mulher, grávida, acabou baleada durante um assalto em Socorro, na zona sul de São Paulo, na noite de quinta-feira, 17, por volta das 23h50. O filho do casal, de onze anos, testemunhou a ação e entrou em estado de choque. Os dois criminosos estavam em duas motos, roubaram a bolsa da mulher e fugiram.

 

Josenilson da Silva Macedo, 36 anos, dono da churrascaria Boi Nobre, voltava do trabalho para casa em uma moto Yamaha Fazer, seguido por sua mulher, Juseli Mendes, 38, e seu filho em um Hyundai Tucson. Na Rua Pedro Andrade Lemos, altura do nº 200, a cerca de cinquenta metros da residência do casal, a dupla abordou Juseli e pediu sua bolsa.

 

A mulher negou que tivesse o bem e Josenilson, ao notar o assalto, deu meia volta e foi em direção à família, mas levou um tiro na cabeça e outro no peito, segundo a polícia. Desesperada, Juseli saiu do carro para socorrer o marido e também foi atingida duas vezes, pelas costas, na região lombar. Os criminosos fugiram em seguida com a bolsa, entregue pelo filho do casal.

 

O empresário chegou a ser socorrido pelos bombeiros, mas morreu no Hospital Regional Sul. Sua mulher, levada para o Hospital Pedreira, foi submetida a uma cirurgia e seu estado de saúde é grave. Segundo os médicos que a socorreram, ela está grávida. O crime foi registrado no 102º DP (Socorro) e ninguém havia sido preso até o final da madrugada desta sexta-feira, 18.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.