Assaltantes liberam vítimas e se entregam à polícia em SP

Trio assaltou uma padaria e fez mãe e filho reféns, que foram libertados sem ferimentos após algumas horas

Fabiana Marchezi e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

15 de abril de 2008 | 02h18

Três assaltantes foram presos, por volta das 21 horas de segunda-feira, 14, após manterem mãe e filho reféns por quase quatro horas no interior de uma residência na Rua Wilson Batista, no bairro do Jaraguá, região noroeste da capital paulista.  Armado, o trio havia invadido uma padaria na Rua Pedro de Pastrana, onde amarraram os clientes e os levaram para os fundos do estabelecimento. No momento em que fugiam pelo telhado do local, os bandidos perceberam a aproximação dos policiais. O trio invadiu a casa e tomou uma mulher e sua criança como reféns. Ao chegar, já com o assalto em andamento e o imóvel cercado, o proprietário da casa teve de acompanhar as negociações entres os policiais e os criminosos, que acabaram se rendendo e liberando as duas vítimas, ambas sem ferimentos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Josivaldo Gervásio da Silva, de 36 anos, e Emerson Rosa de Carvalho, de 23 anos, solicitaram a imprensa no local, mas depois da negociação com a polícia colocaram a arma no chão e se entregaram. Além deles, Adriano Martins Dias, de 24 anos, também foi detido.  Os três foram encaminhados ao 46º Distrito Policial, de Perus, e autuados em flagrante. A polícia apreendeu um revólver calibre 38 e uma moto Yamaha branca.  (Colaborou Solange Spigliatti, do estadao.com.br)

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoSão Pauloreféns

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.