Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Assaltantes invadem casa de Silvio Santos em São Paulo

Filha e genro do apresentador estavam presentes na residência; carro e objetos foram levados

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

14 Fevereiro 2010 | 11h56

SÃO PAULO - Quatro homens invadiram na noite deste sábado, 13, a residência do empresário Silvio Santos, dono do SBT no Morumbi, zona sul de São Paulo, levando objetos da casa e um veículo Tucson, que foi localizado depois próximo à residência, segundo informações inicias da Polícia Militar. A assessoria de imprensa do SBT, porém, nega que a casa assaltada é de propriedade de apresentador ou de familiares.

 

Os bandidos entraram na casa vizinha, na Rua Antônio de Andrade Rabelo, por volta das 22h15, e pularam o muro, invadindo a casa do empresário e apresentador de TV. Uma das filhas e genro de Silvio Santos, além de um copeiro, estavam no local, segundo informações da polícia.

 

De acordo com policiais do 89.º DP, onde o caso foi registrado pelo copeiro, que trabalha na casa há anos, ninguém ficou ferido e nenhum dos ladrões foi preso. Quando policiais militares chegaram ao local, os assaltantes já haviam fugido.

 

Segundo depoimento do copeiro, ele chegava à casa quando foi rendido por dois homens, pelo menos um deles armado, e exigiram que ele ficasse na guarita. Um dos assaltantes ficou com o funcionário, enquanto o outro foi para dentro da residência, onde estavam os outros dois comparsas.

 

Os criminosos queriam informações sobre um cofre, sobre o qual o copeiro informou não ter conhecimento. Instantes depois, o quarteto fugiu levando o veículo. O copeiro informou que, para ter acesso à residência, o grupo rendeu seguranças de um imóvel vizinho.

 

Os moradores ainda não foram à delegacia informar quais objetos foram levados, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Segundo a polícia, as câmeras do circuito interno de segurança filmaram a ação e as imagens devem ser solicitadas pelas autoridades na tentativa de identificação dos bandidos.

 

Histórico

 

Não é a primeira vez que a casa de Silvio Santos no Morumbi é alvo de criminosos. Em 22 de agosto de 2001 uma das filhas do apresentador, Patrícia Abravanel, foi sequestrada ao sair da casa no Morumbi e libertada alguns dias após o pagamento do resgate. A polícia conseguiu identificar e perseguiu o sequestrador Fernando Dutra Pinto que, na fuga, matou dois policiais a tiros e voltou a invadir a casa de Silvio Santos fazendo refém toda a família do empresário. As câmaras das televisões brasileiras acompanharam o cerco da polícia à casa do Silvio Santos. O apresentador convenceu Dutra Pinto a libertar sua família e ficou sozinho com ele. O caso só terminou com a chegada do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por exigência de Dutra Pinto para que ele se entregasse. O sequestrador morreu na prisão alguns meses depois em consequência de uma infecção generalizada.

 

Atualizado às 15h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.