Assaltantes disfarçados de policiais roubam prédio nos Jardins

Grupo conseguiu entrar no prédio usando coletes da Polícia Civil e dizendo que um traficante morava no local

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br, e Francisco Carlos de Assis, da Agência Estado,

26 de janeiro de 2008 | 13h30

Assaltantes disfarçados de policiais civis invadiram na noite de sexta-feira, 25, um condomínio de luxo na região dos Jardins, bairro nobre da capital paulista. Por volta das 21h50, um grupo de cerca de 10 homens vestindo coletes da Polícia Civil chegou em frente ao prédio de número 467 da Alameda Franca e convenceu o porteiro a abrir portão, alegando que teriam recebido informações de que um traficante morava no 17º andar. Depois de terem tido acesso às dependências do condomínio, os ladrões imobilizaram três porteiros e o zelador. Em seguida eles arrombaram o apartamento do 17º andar, de um engenheiro de 57 anos que estava em viagem, e roubaram jóias. O valor roubado não foi divulgado. Na saída, os assaltantes levaram um computador da portaria e um telefone celular de um dos porteiros. Ninguém foi preso até a manhã deste sábado, 26. Depois de terem ficado amarrados por cerca de três horas, as vítimas foram libertadas por um morador do condomínio.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoJardins

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.