Assaltante é morto em troca de tiros com PM na zona sul de SP

Criminoso havia roubado uma casa no Brooklin e feito cinco moradores reféns

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

01 de agosto de 2011 | 03h56

SÃO PAULO - Um assaltante, de 19 anos, foi morto após trocar tiros com Policiais Militares (PM) na Rua Clinton, na Vila Andrade, zona sul da capital, na tarde de domingo, 31. Ele havia invadido uma casa na Rua Capanema, no Brooklin, por volta de 17 horas, amarrado os cinco moradores e roubado pertences.

Quando chegavam em casa, após pararem seu carro Pálio cinza, os cinco residentes, uma mulher de 31 anos e quatro idosos, foram surpreendidos por dois homens armados, que chegaram a pé. Enquanto um dos assaltantes ficou do lado de fora, de vigia, o outro entrou na casa com os reféns. Depois de serem amarrados, a mulher mais nova foi ferida na mão com um estilete.

Em determinado momento, o bandido que estava na residência se assustou e fugiu no Pálio das vítimas. Um carro da Polícia Militar (PM) cruzou com o veículo e iniciou perseguição. Na Rua Clinton o assaltante bateu a lateral direita do carro depois de perder o controle, e desceu atirando contra os policiais. Ferido em tiroteio, o bandido foi encaminhado ao pronto socorro do Hospital Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a polícia, ele possuía passagem por roubo e tráfico de drogas. O comparsa dele conseguiu fugir e a polícia ainda não o identificou. O caso foi encaminhado ao 89º Distrito Policial e uma arma calibre 38 apreendida com o assaltante.

Texto atualizado às 5h30

Tudo o que sabemos sobre:
AssaltoviolênciaBrooklin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.