Pedro da Rocha/AE
Pedro da Rocha/AE

Assaltante é baleado pela PM após roubar casa de família boliviana

Bandidos invadiram sobrado e renderam mulher que estava com o filho de oito meses na cozinha; dois fugiram levando R$ 200 e um celular

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

18 de maio de 2012 | 06h15

SÃO PAULO - Um suspeito de assaltar um sobrado de uma família boliviana no número 86 da Rua Xande, no Pari, região central de São Paulo, acabou baleado pela polícia na madrugada desta sexta-feira, 18. Os outros assaltantes teriam fugido levando R$ 200 e o celular de uma das vítimas.

 

A mãe da família, uma costureira de 36 anos, contou que estava cozinhando, quando um homem agarrou e puxou a faca que utilizava para cortar cebola. "Ele surgiu na porta, tapou minha boca com a mão, apontou a arma e disse que se eu gritasse me mataria", relatou. Um dos filhos dela, de oito meses, estava ao seu lado, em um berço, e o outro, de seis, dormia em um quarto no andar de cima.

 

O bandido arrastou a mulher até um dos quartos, enquanto outros dois criminosos revistavam a casa. "Ele pedia dinheiro, que eu desse o dinheiro. Falei que não tinha", disse a vítima. O marido dela, de 28 anos, estava na área externa da casa. Os assaltantes fugiram levando R$ 400 e um celular.

 

Um vizinho viu o crime e chamou a Polícia Militar (PM). De acordo com os policiais, um dos suspeitos foi perseguido e houve troca de tiros. Ele levou dois tiros. Socorrido no Hospital Ipiranga, o baleado não corre risco de vida. A PM suspeita que outros quatro criminosos conseguiram fugir pelo telhado. O homem preso estava com R$ 200 e um revólver calibre 22. O caso foi registrado no 8º Distrito Policial (DP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.