Assaltante de joalheria é preso com relógios e BMW roubados

Suspeito invadiu uma loja do Shopping Santa Cruz, na zona sul, em março deste ano

Bárbara Ferreira Santos - O Estado de S.Paulo,

11 de abril de 2013 | 10h34

Atualizado às 10h45

A polícia prendeu nesta quarta-feira, dia 10, um ajudante de 18 anos suspeito de invadir uma joalheria do Shopping Santa Cruz, na Vila Clementino, zona sul de São Paulo. O crime aconteceu no dia 28 de março.

O suspeito, Paulo Gomes Eugênio, conhecido como Júnior, foi preso na Vila Santa Catarina, também na zona sul. Ele foi encontrado com o veículo BMW roubado, que havia sido utilizado na fuga, no dia do crime, como proteção para evitar os disparos na troca de tiros com a PM.

De acordo com o delegado Roberto Afonso da Silva, titular da Delegacia de Investigações sobre Furto e Roubo de Joias do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), o sedan BMW foi roubado em junho do ano passado em Moema, na zona sul. “Recebemos informações que o carro ficava guardado. Só saía para realizar ações criminosas”, disse Silva.

Segundo a Polícia Civil, Eugênio confessou a participação no roubo e "aparece nas imagens das câmeras de segurança" realizando o assalto. No veículo foram encontrados 11 relógios e duas joias levadas do shopping. Eugênio usava no pulso esquerdo um dos relógios roubados.

O delegado Afonso da Silva afirmou que o Deic procura outros assaltos em que o BMW foi usado e tenta localizar pelo menos quatro envolvidos no roubo à joalheria do Shopping Santa Cruz.

Mais conteúdo sobre:
segurançacrimejoalheriaassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.