As cobranças continuam

TVA - SERVIÇO É CANCELADO

O Estado de S.Paulo

25 Abril 2012 | 03h33

Em 23/12/2011 cancelei a minha assinatura TVA e, em janeiro, recebi uma carta da empresa confirmando o cancelamento.

No dia 19/1 o técnico da operadora compareceu no meu condomínio e retirou os dois aparelhos. Porém, não recebi nenhum comprovante do serviço. Em fevereiro recebi uma fatura no valor de R$ 129,37, com vencimento para 4/2. Contatei a empresa e a atendente informou que houvera um erro e pediu para que eu desconsiderasse a cobrança. Em março recebi uma

carta da operadora informando que, caso não pagasse o débito, meu nome seria enviado ao SPC e Serasa. Em outra ligação

da TVA, a funcionária pediu para eu aguardar 48 horas por um retorno da empresa. Esperei 15 dias e ninguém entrou em contato. Consultei o site e constatei que, mesmo com o pedido

de cancelamento feito em 23/12/11, e o documento da confirmação, a TVA continuou a emitir faturas e cobranças em meu

nome. Como isso é possível? Peço ajuda para resolver essa

pendência, pois não consigo contato com a TVA.

ADELAIDE DA CONCEIÇÃO COSTELA PARRAS / SÃO PAULO

A TVA pede desculpas pelos transtornos causados e informa que a assinatura do serviço consta como cancelada, sem débitos.

A leitora informa: Como a TVA agora é Vivo, não tenho mais como acessar o site para saber se as faturas que haviam sido emitidas foram realmente canceladas. A TVA informa que sim, mas não enviou nenhum documento confirmando isso. Só recebi uma posição após o jornal entrar em contato com a empresa. Só vou considerar o caso solucionado, quando receber um documento que comprove o cancelamento das faturas.

INSTALAÇÃO - CLARO TV

Técnico fura canos de água

Adquiri um pacote da Claro TV de 80 canais e, para a minha decepção, desses canais apenas 30 são de TV. Os restantes são de música, rádio, entre outros. Durante a compra, não fui alertada sobre esse fato. O mais grave é que, durante a instalação da antena, os técnicos furaram dois canos de água na minha residência. Ao ligar na Claro, não consigo ser atendida, pois o sistema sempre está inoperante.

BEATRIZ DI MARCO / SÃO PAULO

A Embratel informa que, após análise no sistema, não foi localizada nenhuma irregularidade na grade de canais do pacote em questão. A cliente optou por permanecer com o pacote. Ressalta ainda que a sra. Beatriz foi ressarcida referente às despesas de instalação em sua residência. A Embratel permanece à disposição.

A leitora relata: O problema foi solucionado em parte. Fui ressarcida pelo que gastei no conserto dos canos. Mas faltam R$ 300 gastos para corrigir os estragos na parede causados pelo vazamento.

AES ELETROPAULO

Desculpas e nada de solução

No dia 11/4, por conta da chuva, a região de Cerqueira César ficou às escuras a partir das 17h30. Contatei a Eletropaulo e fui informada de que a normalização do serviço estava prevista para as 3h30. Ou seja, ficaríamos 10 horas no escuro, mas isso já é uma situação recorrente. É só chover um pouco que a região fica, no mínimo, 2 horas sem energia elétrica. Acredito que o problema ocorra por falta de manutenção nos equipamentos. E a conta de luz nunca abaixa.

DENISE SALAMA / SÃO PAULO

A AES Eletropaulo informa que

a interrupção de energia no dia

11/4 ocorreu em virtude da queda de galhos e árvores sobre a rede, na Rua Benedito Calixto. Imediatamente, equipes da AES Eletropaulo foram encaminhadas ao local e o fornecimento ficou interrompido durante 1h55.

A leitora comenta: A resposta da concessionária é insatisfatória, pois a empresa não explica o motivo das frequentes faltas de energia. Dizer que o local ficou sem luz somente por 2 horas não responde nada.

O fornecimento de energia na região da Pompeia é muito instável e cai várias vezes. Qual será a desculpa da Eletropaulo dessa vez? O serviço prestado é péssimo, bem diferente das propagandas divulgadas na TV.

NORBERTO GUERI / SÃO PAULO

A AES Eletropaulo esclarece que, em 5/4, consta um registro de interrupção de energia que durou 19 minutos. Em 2011, as ocorrências que afetaram o local foram ocasionadas pela Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP).

O leitor avalia: As pequenas quedas de energia são frequentes e, às vezes, chegam a ocorrer mais de uma vez por dia. O preço do serviço prestado deveria ter obrigatoriamente uma relação com a qualidade, mas isso nunca ocorre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.