Eduardo Andreassi/FotoRepórter/AE
Eduardo Andreassi/FotoRepórter/AE

As clássicas festas italianas em São Paulo

Falamos das festas de São Vito e da Achiropita, mas também de dois restaurantes italianos fora do convencional e, claro, como preparar deliciosas massas em casa

Daniel Fernandes, São Paulo

18 de junho de 2019 | 09h58

O inverno chega em breve, e apesar do outono meio fajuto, trata-se de uma das minhas épocas preferidas para sair por São Paulo. A cidade fica ainda mais cinzas naqueles dias nublados e ‘chuvisquentos’ ? Fica! Mas quem disse que não há beleza nisso também?

Independentemente de você gostar ou não do inverno a época seria motivo para ser celebrada apenas pela realização das duas maiores e mais tradicionais festas italianas de São Paulo

A festa da Achiropita, no Bexiga, vai acontecer apenas em agosto. A de São Vito, que entra na sua 101ª edição, já ocorre e recebe os visitantes todos os sábados e domingos, a partir das 19h. Essa matéria elaborada pelo pessoal do Divirta-se dá mais dicas sobre a festa: confira!

É claro que você precisa estar preparado de espírito para encarar essas festas: há gente demais, fila demais e, se você tiver paciência de menos, melhor ficar em casa, debaixo das cobertas, ‘maratonando’.

Mas se você quiser sentir a cidade, seu povo, seus cheiros e seus costumes, não há nada melhor. Garanto.

Restaurantes italianos

Essas duas festas, é importante lembrar, exaltam a culinária italiana, mas não só. Elas são marcos aparentes da imigração ocorrida, sobretudo, no fim do século 19 e começo do século 20. Mas é incrível como a presença italiana na cidade se deu por meio do seu maior vetor: a culinária.

Há um número incontável de pizzarias e cantinas espalhadas pela cidade – como eu fiz anteriormente, não vou entrar na polêmica de escolher os melhores restaurantes, porque isso se trata de algo muito pessoal, como escrevi. 

Prefiro recomendar, já que o assunto é culinária da Itália, dois restaurantes da nova geração. Ambos foram resenhados pelo Paladar: o Albertina, que leva o nome da avó do chef Bruno Alves, tem frutos do mar e pratos vegetarianos. O Più, talvez um pequeno fenômeno, foca em receitas autorais italianas. São diferentes e valem a visita.

Mas se o seu negócio (como julgá-lo?) são as massas. Eu apresento a você uma lista, até antiga do Paladar, que mostra quais são as dez melhores massas de São Paulo. Garanto que é uma ótima referência para você começar a explorar a cidade.

Receitas de massa

Bem, se o seu negócio é ficar em casa mesmo, não vá se perder em uma infinidade de comidas de qualidade duvidosa. Que tal experimentar colocar a mão na massa. Sugerimos a você conhecer variedades de massas curtas e molhos que combinam com elas. Se preferir, conheça essas dicas de preparo de massas que todo mundo deveria saber fazer e, por fim, se arrisque a sair do óbvio na cozinha.

Garanto que você não vai se arrepender.

Um abraço e até breve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.