Árvores continuam caídas nas ruas de Pinheiros e Jardins

Quedas foram causadas pela forte chuva que abalou São Paulo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

17 Dezembro 2010 | 01h28

SÃO PAULO - A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava, à 1 hora desta madrugada de sexta-feira, 17, três árvores, remanescentes em via pública, que caíram em razão da forte chuva que atingiu a capital paulista no final da tarde de quinta-feira, 16.

 

Uma delas ocupa totalmente, desde às 20h15 de quinta-feira, a alameda Fernão Cardim, 50 metros antes da esquina com a rua Brigadeiro Luís Antonio, no Jardim Paulista, zona sul de São Paulo. Um veículo foi atingido pela árvore de grande porte. A fiação e dois postes da Eletropaulo também foram danificados.

 

Outra árvore de grande porte bloqueia por completo desde às 21 horas de quinta-feira, a avenida Maria Amália Lopes de Azevedo na altura do nº 2.930, no Tremembé, zona norte de São Paulo. Segundo a CET, nenhum veículo nem a fiação da Eletropaulo foram atingidos pela árvore.

 

Um galho de grande porte bloqueia desde as 8 horas de quinta-feira a calçada na esquina da avenida Professor Fonseca Rodrigues com a avenida Bagiru, no Alto de Pinheiros.

Mais conteúdo sobre:
Árvores, chuva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.