Árvores caem e param a Marginal do Pinheiros

A chuva forte na tarde de ontem provocou estragos em várias regiões da capital. O temporal começou às 14h e causou dez pontos de alagamento, dois deles intransitáveis na Avenida Francisco Morato, na zona oeste, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). No Butantã, centro, Ibirapuera, Morumbi, Mooca e Paraíso choveu granizo. Pelo menos 23 árvores caíram e 39 pontos ficaram sem energia elétrica, como Pinheiros e Jardins. Houve alagamento também em Moema.

Pedro da Rocha e Marília Lopes, O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2011 | 00h00

Por volta das 14h50, uma árvore caiu na Rua Paes Leme com Avenida das Nações Unidas (pista local da Marginal do Pinheiros), sentido Castelo Branco. Um carro foi atingido. O motorista e um carona escaparam. Todas as faixas foram interditadas e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) pediu aos motoristas que evitassem a pista local. Às 21h30, a Eletropaulo ainda desligava a energia para começar a remoção. Das 14h41 às 15h06, também houve interdição por queda de árvore no sentido Castelo da Marginal, próximo do Viaduto República da Armênia, na zona sul.

Às 15h, dez semáforos pararam de funcionar por falta de energia. Na Vila Santa Catarina, zona sul, parte do telhado de uma casa desabou, sem feridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.