Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Armas são removidas de todos os fóruns de SP, diz Tribunal

Segundo o TJ-SP, remoção ocorreu após 'esforço concentrado' entre os dias 22 e 27 de junho; no mês passado, armamento foi roubado em Guarujá e Diadema

O Estado de S.Paulo

05 Julho 2017 | 22h05

O Tribunal de Justiça de São Paulo informou nesta quarta-feira, 5, que removeu as armas de todos os fóruns do Estado de São Paulo, após "esforço concentrado" entre os dias 22 e 27 de junho. Segundo o tribunal, será feita a triagem do material em depósitos e as armas terão o "encaminhamento pertinente". 

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) e o TJ-SP anunciaram novos procedimentos no mês passado depois que armas foram roubadas nos fóruns do Guarujá, no litoral paulista, e de Diadema, na região metropolitana. 

A partir de então, segundo os órgãos, foi definida uma “logística mais apurada” para que, em pouco tempo, o maior número de armas pudesse ser removido de fóruns para Comandos de Policiamentos de Área da Polícia Militar. 

Segundo o tribunal, a partir das ações realizadas nos últimos meses, 15.543 armas foram encaminhadas ao Exército para destruição. O TJ-SP diz ainda que agilizou procedimentos com o Exército para que mais armas pudessem ser recebidas e destruídas semanalmente.

No mês passado, o Conselho Superior da Magistratura editou o Provimento nº 2.345, de 21/6/16, definindo que as armas vinculadas a processos judiciais são sejam mais encaminhadas aos fóruns após perícias. Os objetos devem ser levados para destruição ou para equipar as forças de segurança. “Em caso de excepcional interesse para os feitos respectivos, as armas são depositadas em espaço especial sob a guarda das nossas polícias”, informou o TJSP. /COM AGÊNCIA BRASIL 

Mais conteúdo sobre:
Diadema Guarujá Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.