Aref é dono de estacionamento

No dia 20, o Estado revelou que o Mooca Plaza não tinha o Termo de Recebimento e Aceitação Parcial (Trap), das obras de compensação viária e mantinha-se aberto há sete meses. No dia seguinte, o jornal ainda antecipou que o local havia tido o Habite-se negado duas vezes e o pedido de alvará de funcionamento também havia sido indeferido pela Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras. A Subprefeitura da Mooca, então, multou o shopping em R$ 205 mil e ameaçou lacrá-lo em 30 dias.

O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2012 | 03h08

Além disso, o estacionamento do centro de compras pertence à família do ex-diretor da Prefeitura Hussain Aref Saab, pivô de escândalos por recebimento de propina pela aprovação de projetos. Ontem, a Prefeitura anunciou que vai fechar o local no dia 21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.