Ar seco deixa a capital paulista em atenção por mais de 5 horas

Índice atingiu a mínima de 22% por volta das 13h25 desta segunda-feira, 10

Gheisa Lessa e Priscila Trindade - estadão.com.br,

10 Setembro 2012 | 16h13

Texto atualizado às 19h38.

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo ficou em estado de atenção por baixa umidade do ar por mais de cinco horas nesta segunda-feira, 10. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), o índice atingiu a mínima de 22% por volta das 13h25. Às 18h10, a umidade do ar ficou acima de 30% e a capital retornou ao estado de observação.

Conforme informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) a capital atingiu a temperatura máxima desta segunda às 15h, com 32,5ºC. A temperatura mínima foi registrada durante a madrugada, com 18,5ºC.

Previsão. A previsão é de que haja diminuição na temperatura ao longo desta semana e aumento na umidade relativa do ar. Segundo o Inmet, a terça-feira, 11, deve ser de tempo nublado, com névoas úmidas ao longo da manhã e da noite. Os termômetros da capital devem atingir a mínima de 17ºC e a máxima de 28ºC, enquanto a umidade relativa do ar sobe até os 30%.

No decorrer da semana, o calor vai diminuir. A previsão para a quarta-feira, 12, é de temperaturas entre 16ºC e 29ºC. A umidade relativa do ar, no entanto, vai sofrer aumento considerável e deve chegar aos 40%. Na quinta-feira, 13, a umidade aumenta, podendo alcançar até 50%, e traz possibilidade de garoa isolada em regiões da zona sul. A mínima esperada é de 17ºC e a máxima, 27ºC.

A previsão para a sexta-feira, 14, é de dia parcialmente nublado e termômetros registrando a mínima de 16ºC e a máxima de 26ºC. A umidade pode atingir o pico de 60%, índice considerado ideal para a população, de acordo com a Defesa Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.