Aqui só entra sem carro: roteiros para esquecer a vida urbana

Confira as praias onde é preciso caminhar ou ir de barco para chegar, mas que compensam o caminho

Vitor Hugo Brandalise, enviado especial de O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2010 | 16h29

SÃO SEBASTIÃO - Além da Praia de Calhetas, há outras áreas acessíveis apenas a pé ou de barco, no litoral norte. Confira abaixo como chegar a alguns desses recantos isolados e tranquilos dos municípios de São Sebastião e Ubatuba.

 

 Selo-Verao
Veja também:

linkNo fim das trilhas de São Sebastião, um paraíso à beira-mar

linkBaleia, paraíso valorizado com a ajuda de 'xerifes'

blog Dicas, fotos e notícias no blog do Verão 2010

  

 

SÃO SEBASTIÃO

Prainha, de areias brancas e mar calmo, cujo acesso se dá pela vizinha Praia de Guaecá, onde se pode deixar o carro, no km 135 da Rio-Santos.

Praia Brava: Inserida num corredor verde que integra todos os ecossistemas da região, entre as Praias de Maresias e Boiçucanga, é acessível apenas por trilha de 2 km, com duração estimada de quatro horas. Ao fim, há uma bela praia de areias brancas perto de cachoeira.

 

UBATUBA

Em Ubatuba, mais de um terço das 92 praias são acessíveis apenas por trilha ou de barco - ao todo, são 33 praias inacessíveis para carros. "Deixar o carro fora de um passeio de férias é deixar todos os problemas da cidade de lado, esquecer um pouco da vida urbana", defende o coordenador de Ecoturismo de Ubatuba, Rodrigo Andrade.

 

Trilha das Sete Praias: A trilha, de 12 km, liga as Praias do Oeste, do Perez, do Bonete, Grande do Bonete, do Cedro, Deserta e da Fortaleza, todas com aspecto selvagem, em percurso por onde se passa, também, por vilas de pescadores. A paisagem é exuberante. Também há pontos de mergulho ao longo do caminho. O acesso à trilha se dá pela Praia da Lagoinha, no sul da costa, a 24 quilômetros do centro da cidade.

 

Trilha do Saco das Bananas: Conhecida como "trilha histórica", seu percurso cruza áreas de habitação quilombola. A trilha percorre as Praias da Raposa e Saco das Bananas, pequenas, de areias finas e com mar de águas calmas e transparentes, e Brava do Frade, de mar aberto e com ondas fortes, procurada para prática do surf. O percurso dura oito horas e o acesso se dá na Praia de Caçandoca, no km 78 da Rodovia Ubatuba-Caraguatatuba.

 

Trilha das Sete Fontes: A trilha percorre as Praias do Flamengo e Flamenguinho, desertas, até chegar à Praia das Sete Fontes, uma antiga colônia de pescadores. O mar é tranquilo e há uma pequena gruta, que pode ser explorada com auxílio de monitores. Ponto muito visitado por embarcações. A trilha, que dura cerca de três horas, é acessada pela Praia do Saco das Ribeiras, 15 km ao sul do centro.

 

Mais informações sobre as praias do litoral norte acessíveis somente a pé ou de barco em nos sites das prefeituras de São Sebastião e Ubatuba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.