Aposentado é morto por 3 cachorros no interior de São Paulo

Ele fazia caminhada quando foi atacado por dois pit bulls e um cão de raça indefinida em Santa Cruz do Rio Pardo

Sandro Villar, Especial para o Estado

28 de março de 2015 | 20h55

O aposentado Guen Uchida, de 55 anos, foi morto por três cachorros nessa sexta-feira, 27, em Santa Cruz do Rio Pardo, no centro-oeste do Estado de São Paulo. Eram dois dos cães são da raça pit bull e o outro de raça indefinida. Ele foi atacado pelos animais quando fazia uma caminhada de manhã pelas ruas do bairro Morada da Ponte Nova. 

A vítima levou várias mordidas e chegou a ser socorrida por dois homens que trabalhavam perto do local do ataque. Ao ouvir os gritos do aposentado, um deles, que é pedreiro, pegou um pedaço de pau para afugentar os cães. Um dos homens ficou ferido. 

Para escapar da fúria dos cachorros, eles tiveram que procurar abrigo em um local cheio de telhas. Depois, chamaram os bombeiros que transportaram o aposentado em estado grave para a Santa Casa da cidade. 

Com laceração muscular e lesão vascular, Uchida passou por cirurgia, mas ele não resistiu aos ferimentos. O aposentado morreu na noite de sexta-feira. Ele deixou mulher e um casal de filhos. 

O dono dos cachorros foi ouvido na delegacia. Ele admitiu que, por descuido, deixou o portão aberto, ao sair para trabalhar, e os cães escaparam para a rua. Seu nome ainda não foi divulgado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.