Aposentado de 72 anos desarma e mata assaltante em casa

Ex-jogador de basquete e a mulher estavam na sala vendo TV quando o ladrão, um nissei de 37 anos, invadiu a residência

CHICO SIQUEIRA , ESPECIAL PARA O ESTADO, BIRIGUI , O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2012 | 03h02

O jogador de basquete aposentado W. Z., de 72 anos, reagiu sábado a um assalto, entrou em luta corporal com o ladrão, tomou sua arma e o matou. O assaltante tentava roubar sua casa em Birigui, no interior de São Paulo. O aposentado ainda tentou alvejar outro ladrão, que estava no quintal, mas ele fugiu.

Portador de doença cardíaca, o aposentado foi internado e continuava em observação ontem à tarde.

Z. - que não teve o nome divulgado a pedido da família - e a mulher, professora aposentada de 69 anos, assistiam à TV na sala às 20h30 de sábado, quando foram rendidos pelo ladrão armado com um revólver calibre 38 que havia pulado uma janela. O aposentado aproveitou uma distração do bandido para entrar em luta com ele, agarrar a arma e atirar no peito do ladrão.

O assaltante pulou a janela, mas caiu na garagem. O ladrão morto foi identificado como Marcelo Tadashi Yamagushi, de 37 anos. Nissei que morou no Japão, ele tinha passagens pela polícia brasileira por roubo e já havia sido preso.

O delegado titular de Birigui, Cristiano de Oliveira Mello, abriu inquérito para apurar o caso. Segundo ele, o aposentado não deve ser punido por ter agido em legítima defesa. O delegado disse ainda que o aposentado "teve muito sorte". "Não aconselho ninguém a agir dessa maneira porque em 99% dos casos a vítima leva a pior", disse.

Caxias do Sul. No dia 9, uma mulher de 87 anos matou a tiros um homem que invadiu seu apartamento em Caxias do Sul (RS). A idosa dormia quando foi acordada pelo invasor em seu quarto, que provavelmente conseguiu chegar ao imóvel pela janela.

Antes de sair do apartamento, o ladrão foi baleado três vezes pela idosa, que guardava o revólver havia 35 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.