Aposentado baleado por segurança do Bradesco segue em estado grave

Continua grave o estado de saúde do aposentado Domingos da Conceição dos Santos, de 47 anos, baleado anteontem pelo segurança da agência São Miguel Paulista-USP do Bradesco, na zona leste, após ser barrado na porta giratória por causa de seu marca-passo. A morte cerebral pode ser confirmada na segunda-feira. De acordo com boletim médico do Hospital São Camilo Ipiranga, o exame neurológico indicou "ausência de fluxo cerebral", mas é preciso aguardar 72 horas após a retirada da sedação para reavaliar o caso. A família estuda entrar com uma ação na Justiça contra o banco e contra o segurança - por racismo. Em nota, o Bradesco lamentou o ocorrido e afirmou que "colocou à disposição uma assistente social, que vai permanecer ao lado da família para prestar apoio e solidariedade nesse momento difícil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.