Após um dia preso, ex-aluno que atirou em câmpus da USP de São Carlos é solto

Alexandre Lima, de 23 anos, disparou três tiros no alojamento em agosto e vai aguardar o julgamento em liberdade

Rene Moreira, Especial para o Estado

13 de setembro de 2013 | 15h28

Atualizado às 16h28.

Após ficar um dia preso, Alexandre José Coutinho da Rocha Lima, de 23 anos, deixou o Centro de Triagem de São Carlos (SP). Procurado por disparar três tiros dentro do campus da USP na cidade no mês passado, ele se entregou na quarta-feira, 11.

O mandado de prisão valia até o início de outubro, mas um pedido para que aguarde o julgamento em liberdade foi aceito pela Justiça. O delegado Aldo Donizete Del Santo, que cuidou dos dois inquéritos envolvendo o rapaz  - pelo crime de injúria que teria sofrido e depois pelos disparos na USP -, não foi localizado para comentar a rápida liberdade de Lima. Este último inquérito ele finalizou também nesta quinta-feira, 12.

Ao Estado, Rocha disse que seu advogado conseguiu a revogação do mandado de prisão. Segundo ele, não havia motivos para que ficasse na cadeia porque ele cumpriu todos os requisitos previstos em lei. O ex-aluno afirmou que está feliz por estar solto.

Em março, Lima alegou ter sido vítima de trote violento e abuso por parte de veteranos. No mês passado, ele foi ao alojamento da universidade e disparou três tiros contra alguns daqueles que haviam supostamente lhe atacado. Antes disso, ainda acertou uma coronhada na cabeça de um deles.

O ataque ao alojamento fez a USP tomar uma série de medidas de segurança. Uma reunião com o comando da Polícia Militar definiu o aumento do patrulhamento no local e foi anunciado que câmeras serão instaladas no câmpus na tentativa de garantir maior tranquilidade aos estudantes.

Mais conteúdo sobre:
USP São Carlosviolência SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.