Após tragédia, menos voos

O número de pousos e decolagens em Congonhas era de 44 por hora, mas foi reduzido depois da tragédia do voo 3054 da TAM, em 17 de julho de 2007. Com as mudanças para desafogar o aeroporto e aumentar a segurança das operações, esse número foi limitado em 30 pousos e decolagens para a aviação comercial e 4, para a geral (táxis aéreos e jatos executivos). Como resultado, Congonhas passou de 18 milhões de passageiros por ano para 16 milhões de passageiros, mas continua operando no limite da capacidade de pousos e decolagens.

O Estado de S.Paulo

19 Abril 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.