Reprodução/Google Maps
Reprodução/Google Maps

Tentativa de roubo a banco termina com 2 assaltantes mortos na Lapa

Assaltantes e policiais trocaram tiros; criminoso chegou a fazer refém em ótica

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

02 de junho de 2020 | 11h19
Atualizado 03 de junho de 2020 | 10h39

SÃO PAULO - Dois assaltantes morreram e um policial foi baleado na cabeça após um grupo de criminosos tentar roubar um banco na Lapa, na zona oeste da capital, nesta terça-feira, 2. Um terceiro integrante do grupo também foi atingido por um disparo.

Outro integrante da quadrilha entrou em uma ótica e fez uma pessoa refém. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) realizou negociações e a vítima foi libertada sem ferimentos. O assaltante foi preso.

Segundo a Polícia Militar, a ocorrência teve início às 9h24 em uma agência bancária na Rua Afonso Sardinha. Policiais foram ao local e houve troca de tiros.

Um PM foi baleado na cabeça e encaminhado para o Incor. Segundo a corporação, ele não corre risco de morrer.

A Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) se dirigiu para o local e também houve confronto com os criminosos. De acordo com a polícia, dois criminosos foram baleados e não resistiram aos ferimentos. Outro assaltante atingido foi levado para o hospital. 

Em nota, a Polícia Militar disse que foi acionada para atender a uma ocorrência de roubo no interior de uma agência bancária na manhã desta terça-feira. "No local, os PMs encontraram os suspeitos usando coletes e armas longas. Houve confronto e um policial foi atingido por um disparo e socorrido ao Hospital das Clínicas. Quatro suspeitos foram presos, sendo dois deles baleados e um encaminhado ao Hospital Universitário. O outro foi atingido apenas no colete balístico. Outros dois morreram durante a troca de tiros. As mortes serão apuradas pelo DHPP e o roubo pelo Deic."

Tudo o que sabemos sobre:
assalto a bancoLapa [São Paulo]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.