Após temporal, duas crianças morrem soterradas no Guarujá

Em 24 horas, município do litoral registrou a chuva esperada para uma semana inteira

Solange Spigliatti, estadao.com.br

26 Fevereiro 2009 | 09h57

Duas crianças morreram soterradas na noite desta quarta-feira, 25, no Guarujá, no litoral sul de São Paulo, em um desmoronamento que atingiu oito casas na Vila Baiana. Um menino de 9 anos e uma menina de 6 anos foram vítimas do desmoronamento. Beatriz, de 6 anos, chegou a ser levada ao Hospital Santo Amaro, mas não resistiu. Um idoso entrou em estado de choque ao ver a situação do local e sofreu um derrame. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Amaro, segundo a prefeitura do Guarujá.  De acordo com a Prefeitura de Guarujá, a Defesa Civil do município decretou estado de alerta desde às 10h45 da quarta, quando o índice pluviométrico em 24 horas (109,2 mm) foi equivalente ao volume de água de uma semana.  Um dos bairros mais afetados foi a Vila Baiana, na Enseada. Cerca de 105 pessoas e 75 crianças foram removidas para a Escola Estadual Paulo Clementi Santini, no mesmo bairro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.