Após temporal, 2 crianças desaparecem na zona sul

Butantã, Santana, Limão, Barra Funda e região central sofreram no meio da tarde com uma tempestade de granizo

, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2010 | 00h00

Cinco bairros da capital (Butantã, Centro, Santana, Limão e Barra Funda) foram atingidos pela queda de granizo durante o temporal que desabou no meio da tarde de ontem, por volta das 17 horas. Uma hora depois, duas crianças estavam desaparecidas na região de Americanópolis, na zona sul. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão ligado à Prefeitura, decretou estado de atenção em toda a cidade.

Segundo vizinhos, elas teriam caído em um córrego na Rua Carlota Marchisio e levadas pela correnteza. Três equipes dos bombeiros, além do helicóptero Águia da Polícia Militar, faziam buscas no local à noite.

Na região dos aeroportos (Congonhas, Cumbica e Campo de Marte), foram registradas rajadas de vento de até 58 km/h.

Choveu com maior intensidade ontem no entorno da Ponte do Piqueri, na zona norte (30,4 milímetros), às 18h30. Um aguaceiro também atingiu as regiões de Cidade Ademar (24 mm),Ponte do Limão (26 mm), Belenzinho (24 mm).

Instabilidade. Segundo meteorologistas do CGE, a área de instabilidade que se encontrava na região de Sorocaba, no interior, deslocou-se para a capital, provocando chuva forte. Após o temporal, seguiram em direção ao oceano. Imagens de radar registravam no início da noite de ontem chuvas moderadas no oeste do Estado, mas que deveriam atingir a capital em menor intensidade, de acordo com os especialistas do órgão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.