Após salvar irmã de incêndio, garoto morre ao lado da mãe na Grande SP

Tragédia ocorreu em Franco da Rocha; menor conseguiu retirar a irmã, de 12 anos, da casa e voltou para tentar salvar a mãe também, mas ambos morreram carbonizados no local

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

13 Abril 2012 | 02h03

Atualizado às 3h45

 

SÃO PAULO - O adolescente Luiz Fernando Rodrigues, de 15 anos, e a mãe, a cadeirante Raimunda de Paula Rodrigues, 56, morreram, na noite desta quinta-feira, 12, durante um incêndio que atingiu o casebre da família, na Comunidade Arco-íris, localizada na Avenida Arco-Íris, no bairro Estância Lago Azul, em Franco da Rocha, região noroeste da Grande São Paulo.

 

Com 30% do corpo queimados, Daniele de Paula Rodrigues, de 12 anos, salva pelo irmão - que morreu após tirá-la da casa e voltar para tentar salvar a mãe - foi encaminhada pelos bombeiros para o Hospital Estadual DIR IV, onde continua internada, mas fora de perigo. O fogo teve início às 20h45. Seis equipes dos bombeiros foram acionadas, mas não tiveram como salvar o adolescente e a mãe, que morreram carbonizados. O corpo da mulher estava num canto da sala; já o do garoto, ao lado da cama.

 

Segundo testemunhas, o adolescente conseguiu tirar a irmã da casa, mas, ao retornar para tentar fazer o mesmo com a mãe e salvar alguns objetos, acabou cercado pelo fogo. Não se sabe ainda o que deu início ao incêndio. Segundo as informações preliminares, não foi ouvida explosão e os dois botijões de gás estavam intactos. No momento do incêndio, a casa estava com energia elétrica, captada por ligação clandestina, o chamado "gato".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.