Após roubo, Masp será reaberto ao público somente em janeiro

Assessoria informou que devido a providências que estão sendo tomadas, instituição só reabre dia 8

24 de dezembro de 2007 | 13h28

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) só reabrirá no dia 08 de janeiro de 2008, segundo informou nesta segunda-feira, 24, a assessoria de imprensa. O Masp foi alvo de roubo na madrugada da última quinta-feira e desde então está fechado para perícia e investigações. Veja Também: EXCLUSIVO: assista ao vídeo com imagens do roubo Masp não tinha seguro para os quadros de Picasso e PortinariLadrões roubam quadros de Portinari e Picasso do MaspMasp aciona Interpol, Itamaraty e PF para recuperar quadrosBrasil é o quarto do mundo em roubo de obras culturaisBlog do Daniel Piza: um roubo, uma crise e a tristeza Veja galeria de fotos do roubo da Masp  Veja como foi o roubo no Masp   Na ocasião, os assaltantes levaram duas obras de arte do acervo do museu: "O lavrador de café" (1939, óleo sobre tela, 100 x 81cm), de Candido Portinari, e "Retrato de Suzanne Bloch" (1904, óleo sobre tela, 65 x 54cm), de Pablo Picasso. O superintendente administrativo e financeiro do Masp, Fernando Pinho, informou na semana passada que as obras estavam em exibição no 2º andar, em salas separadas e distantes, "caracterizando, portanto, alvos específicos da ação". As câmeras do circuito gravaram a ação e as fitas foram entregues à polícia local. As investigações contam ainda com reforço da Interpol, Polícia Federal e do Itamaraty. Os valores das obras não foram divulgados, mas especialistas avaliam algo em torno de US$ 55 milhões. Só o de Picasso é estimado em cerca de US$ 50 milhões, enquanto o de Portinari é avaliado em US$ 5 milhões, o que, em reais, daria mais de R$ 100 milhões. Repercussão internacional O caso do roubo no Masp repercutiu bastante no exterior. Uma reportagem do jornal espanhol "El Mundo" diz que o furto dos quadros de Picasso e Portinari expõe condições de segurança "nefastas" nos museus latino-americanos. Já o veículo de comunicação argentino "La Nación" afirma que "o Masp, um impressionante edifício modernista inaugurado em 1968, está localizado em pleno centro financeiro da cidade, na avenida Paulista, uma das áreas mais vigiadas do país", diz o diário argentino.  Texto atualizado às 13h54

Tudo o que sabemos sobre:
Masproubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.