Após recorde pela manhã, São Paulo tem 160 km de lentidão

Marginal do Tietê estava com mais de 14 km de congestionamento na pista expressa e outros 10 km na local

Elvis Pereira, estadao.com.br

24 de outubro de 2008 | 17h15

Após uma manhã com recorde de congestionamento após a implantação do rodízio de caminhões, São Paulo ainda tinha trânsito complicado na noite desta sexta-feira, 24. As filas de engarrafamento na cidade somavam 160 km às 19 horas, em decorrência do excesso de veículos. O índice corresponde a 19,1% dos 835 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A média superior para o horário é de 24%. A Marginal do Tietê apresentava a pior situação. A via estava com morosidade por 14 km na pista expressa, da Rua Azurita até a Ponte dos Remédios, e por 10,8 km na local, da Ponte da Casa Verde até a Rodovia Castelo Branco. Os dois pontos eram no sentido da Rodovia Ayrton Senna.   Veja também: Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua Dossiê Estado: os números do trânsito em SP  Contra trânsito, 54% aprovam rodízio de 2 dias         A Marginal do Pinheiros tinha trânsito ruim por 10,3 km no sentido Interlagos, entre as Pontes Jaguaré e Nova Morumbi, e por 4,8 km no sentido contrário, da rodovia Castelo, da Rua Quintana até a Ponte Cidade Universitária. Na Avenida dos Bandeirantes, havia lentidão por 7,1 km no sentido da Rodovia dos Imigrantes, da Marginal do Pinheiros até o Viaduto Aliomar Baleeiro. O Corredor Norte-Sul (formado pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães) registrava congestionamento por 4,7 km, nos dois sentidos, da Praça da Bandeira até o Viaduto General Euclides de Figueiredo.   Atualizado às 19h23

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito em SPcongestionamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.