Após quatro horas, termina protesto na zona sul de São Paulo

Ato pediu o retorno de mais de dez linhas de ônibus municipais da região que foram suspensas pela Prefeitura

Agência Brasil

21 de outubro de 2013 | 10h07

SÃO PAULO - Terminou às 9h o protesto que interditou a Estrada do M’Boi Mirim, extremo sul da capital paulista, desde as 4h50 desta segunda-feira, 21. Os cerca de 300 manifestantes, segundo a Polícia Militar, se dispersaram no Largo do Socorro.

O ato ocorreu para pedir o retorno de mais de dez linhas de ônibus coletivos que servem a região e foram suspensas pela São Paulo Transporte (SPTrans). Eles pediam também a duplicação da Estrada do M’Boi Mirim que, de acordo com André Ciola, integrante do Movimento Passe Livre, foi feita apenas até o Terminal Jardim Ângela.

Os manifestantes reivindicam, além disso, mais qualidade no transporte público. "O pessoal está cansado de andar de pé no ônibus lotado, que demora para chegar no ponto, demora para chegar do ponto até o destino e você tem que descer várias vezes do ônibus e pegar outro", disse Ciola.

A Agência Brasil entrou em contato com a SPTrans e não obteve resposta até a publicação deste matéria.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    protestom' boi mirimpasse livre

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.