Após protesto, Avenida M'boi Mirim é liberada na zona sul de SP

Via foi ocupada por moradores de quatro bairros da região que protestavam por melhorias no transporte público

Felipe Tau e Gheisa Lessa, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 11h13

Atualizada às 15h02

SÃO PAULO - Depois de quase cinco horas ocupada, a Avenida M'boi Mirim, na zona sul da capital paulista, foi liberada para o tráfego de veículos no início da tarde desta quarta-feira, 19. A via foi ocupada na manhã de hoje por moradores de quatro bairros da região que protestavam por melhorias no transporte público. O ato foi pacífico.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 50 pessoas, moradoras do Jardim Ângela, Jardim Capela e do bairro Horizonte Sul, ocuparam o sentido centro da estrada na altura da Avenida Funcionário Público. O tráfego de veículos ficou lento por aproximação e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) orientou os motoristas a seguir desvio na Estrada da Baronesa.

A princípio, a Polícia Militar cogitou que o ato acontecia como reivindicação pela morte de uma pessoa conhecida pelos manifestantes, mas a corporação retificou a informação e afirmou que o ato combate irregularidades nas linhas do ônibus que atendem os bairros.

A CET recebeu o chamado da ocorrência por volta das 6h15 desta quarta, mas para a PM o bloqueio da pista começou às 8h.

O delegado do 100º Distrito Policial (Jardim Herculano), Ulisses Augusto Pascolati, diz que os protestos são frequentes, uma vez que o transporte público que atende a região é precário. Segundo Pascolati, a manifestação foi organizada há semanas.

Mais conteúdo sobre:
Protesto em SPtrânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.