Após PM ser baleado, UPP reforça vigilância

Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) reforçaram ontem o efetivo da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no Morro da Coroa, no Catumbi, zona norte do Rio, depois que pela primeira vez um policial foi gravemente ferido em confronto com traficantes em uma favela pacificada - na noite de sábado. Além da perna direita amputada, o soldado Alexsander de Oliveira sofreu fraturas expostas no pé e no braço esquerdos ao ser atingido pela explosão de uma granada.

, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.