Renata Okumura/ Estadão
Renata Okumura/ Estadão

Após nova vistoria, viaduto Alcântara Machado é totalmente liberado para carros

Prefeitura diz que estrutura, que foi atingida por incêndio, tem condições de suportar tráfego de veículos leves nos dois sentidos; no entanto, caminhões e ônibus articulados continuam proibidos de circular no viaduto

Da Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2019 | 19h48

SÃO PAULO - Após passar por nova vistoria na tarde desta quarta-feiram 18, o viaduto Alcântara Machado, que fica na região da Móoca, foi totalmente liberado para o tráfego de veículos leves e também ônibus simples. De acordo com a Prefeitura, a estrutura tem condições de suportar o tráfego de veículos nos dois sentidos. A liberação foi feita pela CET por volta de 17h. No entanto, caminhões e ônibus articulados continuam proibidos de circular pela via.

O viaduto foi atingido por um incêndio na última quinta-feira, 12, e estava com o trânsito parcialmente liberado para carros. Cerca de 100 pessoas viviam embaixo do viaduto.

No final de semana, de acordo com a Prefeitura, foram feitos serviços de limpeza do local, retirada de amostras de material da estrutura do viaduto e remoção da camada de concreto que foi danificada pelo fogo. As amostras estão passando por análise para que seja definido qual o dano que o incêndio causou ao viaduto. Ainda segundo a Prefeitura, o projeto de recuperação da estrutura está em elaboração.

Em nota, a gestão Covas afirma que até a próxima semana serão publicadas no Diário Oficial as contratações emergenciais do laudo estrutural do viaduto Alcântara Machado e da obra de recuperação da via. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.