Após Natal magro, grifes esperam aumento de vendas

Após um Natal magro no comércio de vestuário, o Senac Rio Fashion Business gerou, em quatro dias, R$ 830 milhões em vendas de roupas e acessórios - um aumento de 9,2% em relação ao ano passado.

O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2012 | 03h03

O valor se refere a encomendas de lojistas de todo o País e de fora para as coleções outono-inverno de 300 grifes expositoras da 19.ª edição da feira.

"Passado o Natal ruim, os lojistas mostraram maturidade. A vida continua", diz o consultor comercial Ruben Sperandei Filho. A mudança do Fashion Business da Marina da Glória para o Jockey Club, de acesso mais fácil e em plena zona sul, pode ter ajudado a alavancar as vendas. O número de interessados do Sul do País cresceu, assim como os de lojas multimarcas voltadas à moda masculina (sempre em menor escala do que as femininas).

Simultâneo ao Fashion Business, o Rio-à-Porter, evento organizado pelo mesmo grupo do Fashion Rio, ainda não divulgou seu balanço final de vendas, mas as grifes estimam em 10% o aumento de negócios em relação ao evento do ano passado. / ROBERTA PENNAFORT

ALIANÇA FRANCESA: (11) 5561-4615

MUSEU DO FUTEBOL: (11) 3664-3848 RESERVA CULTURAL: (11) 3287-3529

INFORMAÇÕES: GALERIACENTRAL.ORG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.