Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Após lotação no feriado, Parque do Ibirapuera volta a fechar quadras e parquinhos

Medida tem como objetivo evitar aglomerações que facilitem transmissão da covid-19; decisão também vale para parques Lajeado e Tenente Faria Lima  

Marcela Coelho, O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2020 | 23h14

A Urbia Gestão de Parques, nova responsável pelo gerenciamento do Parque Ibirapuera, na zona sul, informou nesta quarta-feira, 4, que fechou novamente os parquinhos e as quadras esportivas do local. Por isso, a reserva online gratuita, que estava em teste, está suspensa até a reabertura da área esportiva do Ibirapuera, sem data prevista. A medida também vale para os parques Lajeado, na zona leste, e Tenente Faria Lima, na zona norte, que são geridos pela concessionária.

Segundo a Urbia, a decisão foi tomada na noite da última terça-feira, 3, após reunião com a Prefeitura de São Paulo, em que foi avaliado o uso intensivo desses espaços no final de semana e feriado de Finados.

A administração municipal disse, em nota, que segue os protocolos definidos pelo Plano São Paulo. “A recomendação geral é para que população evite a prática de atividades físicas que gerem aglomeração, usem máscara, mantenham o distanciamento mínimo e, sempre que puderem, higienizem as mãos com sabão ou álcool líquido ou em gel, mesmo quando estiverem nos parques municipais.”

O último fim de semana, junto do feriado de Finados, foi o primeiro em que a reabertura dos parques foi permitida pelo Município. A Prefeitura ainda informou que “incentiva as práticas esportivas individuais, entre elas corrida, caminhada e uso de bicicleta” e que “não há previsão para a volta da prática de esportes coletivos”. 

A empresa concessionária recebeu da Prefeitura, acrescenta o texto, "toda a orientação sobre os protocolos adotados nas diferentes etapas do processo de reabertura dos parques". A gestão municipal disse monitorar o cumprimento dos protocolos. 

Abertura dos parques na cidade de São Paulo

Os parques municipais foram fechados no dia 21 de março para prevenção da contaminação pelo novo coronavírus. A primeira fase de reabertura aconteceu em julho, de segunda a sexta e com horário reduzido. Já em agosto, a Prefeitura ampliou o horário de funcionamento dos locais, mas manteve as unidades fechadas aos finais de semana.

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou o retorno do funcionamento normal dos parques, inclusive aos fins de semana e feriados, a partir de 31 de outubro. O novo decreto municipal que permitiu a reabertura aos fins de semana não traz restrições ao funcionamento das quadras e parquinhos, como ocorria nos decretos anteriores.

Conforme o protocolo de reabertura, os parques municipais devem limitar o acesso de frequentadores a 60% da ocupação, com o controle de entrada, recomendar a seus visitantes que respeitem o distanciamento de, no mínimo, 1,5 metros entre as pessoas e o uso de máscara é obrigatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.