RODOVIA TAMOIOS
RODOVIA TAMOIOS

Após chuva, interdição é mantida na Rodovia dos Tamoios; Oswaldo Cruz é liberada

Na Tamoios, houve 20 pontos de quedas de barreiras, árvores e postes de energia no trecho de serra

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2018 | 23h29

SOROCABA – A Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), que liga o Vale do Paraíba a Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, foi liberada ao tráfego na tarde desta quinta-feira, 8, após 14 horas de interdição. A Rodovia dos Tamoios (SP-099), no entanto, continuava interditada em decorrência da queda de barreiras e não havia previsão de liberação. Também a estrada Cunha-Paraty, na divisa com o Rio de Janeiro, que poderia ser usada como opção de acesso a Ubatuba, continuava bloqueada por barreiras, no fim da tarde.

As interdições decorreram das fortes chuvas que atingiram a região entre a noite de quarta e quase toda a quinta-feira. Somente na Tamoios, houve 20 pontos de quedas de barreiras, árvores e postes de energia no trecho de serra, entre o km 58 e o km 67, sentido Caraguatatuba. Também caíram barreiras no km 81, sentido São José dos Campos. Motoristas que estavam na rodovia tiveram de retornar. Muitos passaram a noite na estrada.

Na Oswaldo Cruz, as barreiras que interditavam a rodovia desde a madrugada foram removidas por equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O trânsito foi retomado por volta das 15 horas, em forma de comboios. Conforme a Defesa Civil, em 24 horas, choveu 204 milímetros em Caraguatatuba, 80% da chuva esperada no mês todo. Na cidade, rios e córregos transbordaram, alagando bairros inteiros. Os bombeiros foram acionados para resgatar pessoas ilhadas. Famílias desabrigadas foram levadas para o Centro Esportivo Municipal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.