Após forte chuva, São Paulo sai do estado de atenção

Capital registrou 2 pontos de alagamento transitáveis e Aeroporto de Congonhas ficou fechado por 30 minutos

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

06 de novembro de 2008 | 17h49

A chuva perdeu força e o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) tirou São Paulo do estado de atenção às 17h10 desta quinta-feira, 6. O estado havia sido decretado às 16h05. Neste fim de tarde, chovia levemente apenas em pontos isolados. Porém, segundo o CGE, as áreas de instabilidade e a chegada de uma nova frente ainda podem provocar novas pancadas de chuva até o fim do dia.  O mau tempo causou o fechamento do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, entre 16h08 e 16h33. Os dados da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), entretanto, sugerem que as operações não foram prejudicadas. Até as 17 horas, ocorreram 22 atrasos superiores a 30 minutos, 12,9% dos 170 vôos programados, e 7 cancelamentos (4,1%). A cidade teve dois pontos de alagamento transitáveis por conta da chuva. Um na Avenidas Celso Garcia, na altura da Avenida Salim Farah Maluf, na zona leste, e na Marquês de São Vicente, na altura da Rua José Gomes Falcão, na zona oeste.  O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil não registraram nenhuma ocorrência, como queda de árvores ou deslizamentos. Os trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) circulam normalmente.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito em SPchuva em SPCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.