Rafael Arbex; Estadão
Rafael Arbex; Estadão

Após chuvas, São Paulo enfrenta problemas na manhã desta quinta

Ao menos oito árvores caíram e 96 semáforos estão sem funcionar na capital; previsão é de precipitação com forte intensidade à tarde

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

15 Janeiro 2015 | 08h45

SÃO PAULO - Após as fortes chuvas que caíram durante a tarde desta quarta-feira, 14, a cidade de São Paulo ainda registra problemas como queda de árvores, semáforos apagados e cidadãos sofrendo com a falta de energia elétrica na manhã desta quinta-feira, 15.

Desde o início do dia, ao menos oito árvores caíram, de acordo com informações do São Paulo Agora, canal oficial da Prefeitura no Twitter, que registra as ocorrências na cidade. Quatro delas ficam no Butantã, na zona oeste, e interromperam o tráfego nas Ruas Engenheiro Pedro Garcin, Drausio, Paulo da Silva e Antônio Jose Ribeiro. Já na Rua Ibituruna, na Vila Mariana, zona sul, duas árvores desabaram - uma na altura do número 684 e outra na do número 1.088.

Por volta das 8h15, 96 semáforos da capital estavam sem funcionar, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Do total, 58 se encontravam apagados e 38 em amarelo intermitente. Além disso, 250 mil pessoas continuam sem luz, de acordo com último balanço da AES Eletropaulo, divulgado à noite. Os casos, diz a empresa, estariam concentrados nas zonas sul e oeste.

Apesar das ocorrências, o trânsito na cidade se mantém bem abaixo da média. Às 8h, havia 26 quilômetros de lentidão nas vias monitoradas pela CET. A média para o horário, no entanto, é entre 64 e 102 quilômetros.

Por causa das chuvas, o Córrego do Ipiranga, na zona sul, transbordou e houve queda de granizo em bairros das zonas norte, leste e sul, na tarde da quarta-feira, e a cidade chegou a ter 17 pontos. Três pessoas também ficaram feridas após a queda de placa de publicidade na zona oeste.

Previsão. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a previsão é de que volte a chover entre a tarde e a noite desta quinta-feira e a temperatura máxima prevista é de 34ºC. Ainda segundo o CGE, as chuvas podem ocorrer "de forma isolada e com forte intensidade sobre a região da capital", com "potencial para a formação de alagamentos, rajadas de vento e eventualmente queda de granizo".

Mais conteúdo sobre:
Chuvas São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.