Após chuva e alagamentos, São Paulo tem 124 km de lentidão

Tempestade que passou pela cidade à tarde provocou 20 pontos de alagamento; não deve chover mais hoje

Elvis Pereira, estadao.com.br

24 de novembro de 2008 | 19h00

As vias paulistanas reuniam 124 km de congestionamento às 19 horas desta segunda-feira, 24. O índice corresponde a 14,8% dos 835 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e está abaixo da média para o horário, de 16,4%. Somente a zona sul concentrava 36% da lentidão registrada. A Marginal do Tietê apresentava a pior fila de engarrafamento: 7,6 km na pista expressa, da Rua Azurita até a Ponte da Freguesia do Ó, no sentido da Rodovia Ayrton Senna.  Pontos em vermelho são congestionamento nos principais corredores. Fonte: CET Veja também:Em SP, chuvas abrem buracos e complicam o trânsito da cidadeChuvas deixam 50 mortos e mais de 22 mil desabrigados em SCAcompanhe a situação do trânsito rua-a-rua      Quem seguia pela Avenida dos Bandeirantes enfrentava 7,1 km de morosidade no sentido da Rodovia dos Imigrantes, entre o Viaduto Aliomar Baleeiro e a Marginal do Pinheiros. O Corredor Norte-Sul (formado pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães) estava congestionado por 6 km no sentido Aeroporto de Congonhas. Na Radial Leste, havia trânsito ruim por 4,7 km no sentido bairro, a partir da Rua Wandenkolk.  Temporal A forte chuva que atingiu São Paulo nesta tarde provocou 20 pontos de alagamento, sendo 5 deles em situação intransitável, e a queda de uma árvore na Rua Doutor Agenor Fernandes Barbosa, 142, no Jaguaré, zona oeste. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), que a manteve a cidade em estado de atenção das 13h55 às 16h55, não chovia mais na cidade no início desta noite e não há previsão de novas pancadas para o resto do dia.  As chuvas também danificaram pelo menos nove semáforos. Oito deles permanecem apagados nesta noite. Dos 20 pontos de alagamento registrados à tarde, apenas um, na Radial Leste, continuava ativo nesta noite. Segundo a CET, desde o fim da tarde, a Estrada Turística do Jaraguá está parcialmente interditada no sentido centro, por conta de um desmoronamento de terra.  Com o mau tempo, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, passou a funcionar com o auxílio de instrumentos às 14h15. As operações, no entanto, não foram prejudicadas, de acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Até as 18 horas, 41 vôos partiram com atrasos superiores a 30 minutos, o equivalente a 21,8% dos 188 vôos programados. Outros 14 foram cancelados (7,4%). Apesar da forte chuva, os trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) circularam normalmente.  Acidentes Uma van caiu em um buraco coberto pela água na região da Marginal do Pinheiros, na altura da Avenida Alexandre Mackenzie. Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista não sofreu ferimentos. O veículo foi retirado do local às 16h30. A tempestade causou a queda parcial do telhado do supermercado Wal Mart da Rua Dr. Gastão Vidigal, na zona oeste da capital. O desabamento ocorreu por volta das 14h24 e não houve feridos. Os bombeiros enviaram duas viaturas para o local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.