GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

Após chuva, bairro de SP fica até 14h sem luz

Temporal provocou alagamentos, queda de árvores e problemas em semáforos na cidade, atingida por 5 mil raios

Edison Veiga, O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2015 | 21h53

Com consequências ao longo de toda a quinta-feira, 22, o temporal que caiu em São Paulo na noite de quarta derrubou 18 árvores e 1% dos 6.304 semáforos deixou de funcionar. A cidade ficou em estado de atenção até as 16h40 e, ao longo do dia, 17 pontos tiveram alagamento.

Em várias regiões, houve falta de luz - em alguns casos, com demora para resolução. A Eletropaulo não divulgou um balanço de quantos pontos da cidade ficaram sem energia. A companhia informou que a região sofreu com mais de 5 mil raios e chuva de granizo, especialmente na zona norte. Também frisou que “cerca de mil eletricistas estão atendendo ocorrências em diversos pontos”.

No caso da Rua Campevas, em Perdizes, zona oeste, houve corte da 1h30 até por volta das 15 horas. “Tivemos de desmarcar todos os pacientes”, lamentou Maria Betânia de Araujo Santos, de 45 anos, secretária de uma clínica de estética. “Foi bastante complicado. Ficamos sem máquina do cartão, sem computador”, completou Felipe Samara Cirino, de 28 anos, gerente de uma loja de materiais para construção. 

“Todo mundo acordou quando a luz caiu, 1h30 da madrugada”, contou o aposentado Fábio Tempone, de 74 anos. “Foi um estouro no transformador de luz aqui na frente.” Ele diz que ligou para a companhia de energia, mas tudo o que obteve foi uma informação automática mediante mensagem de voz, de que o caso seria resolvido em breve. “Mas foi o dia todo. Sem poder tomar banho, sem poder usar a máquina de lavar.”

Segundo balanço do Centro de Controle Operacional Integrada (COI), foram registradas 18 quedas de árvores no município. Na esquina da Rua Bartira com a Rua Cardoso de Almeida, também em Perdizes, uma delas ainda interditava parte da via às 19h desta quinta-feira, 22. No trecho não havia luz elétrica no horário e, de acordo com informação do Corpo de Bombeiros, a queda foi registrada por volta das 16h. Por volta das 19h, a Eletropaulo informou que deslocou uma equipe para o local. 

A Eletropaulo destacou ainda uma ocorrência na Rua Amaro de Amadeus, na cidade de Embu, onde uma árvore de grande porte derrubou cerca de 250 metros da rede elétrica. Foram oito horas de trabalho para restabelecer a energia, às 13h10. Houve registros também na Lapa e no Brooklin - de acordo com a companhia, a energia já estava normalizada durante a tarde. 

Em balanço divulgado na tarde desta quinta, a Prefeitura avaliou que a cidade “reagiu bem” às primeiras grandes chuvas da temporada. “Os bairros mais atingidos foram M’Boi Mirim, Cidade Ademar e Capela do Socorro, onde choveu 19,8 milímetros”, afirmou Prefeitura, ressaltando que a média na cidade foi de 12,9 milímetros.

Tudo o que sabemos sobre:
ChuvasSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.